Previous Next

Alunas da Escola Municipal Henrique Botelho, se preparam para participar de mais um intercâmbio educacional e cultural. Participarão desse intercâmbio as alunas, Maria Eduarda Oliveira de Sousa, Sofia Helena Souza Seleghin Chagas, Ana Clara Xavier de Melo e Julia Claudiana Germano. Promovido pela Secretaria de Educação (SEDUC) em parceria com a Jules Guesde International High School, de Montpellier, cidade do sul da França.

As quatro estudantes que irão para a França estão se preparando com a ajuda da escola, que preparou uma atividade com o objetivo de promover a aproximação cultural das alunas, desenvolvida pela professora Ana Cristina Kerbauy Vigar, que morou na França e no Canadá e, hoje, ministra aulas de francês e português para estrangeiros em São Paulo.

Para a aluna Julia Claudiana Germano, todos estão estudando muito e se dedicando ao máximo. “Estamos vendo dicionários, vídeo aula, procurando entender um pouco sobre a língua francesa”, explica.

“Estamos nos preparando por meio de aulas, em casa mesmo; estudamos bastante e a vinda das francesas ajudaram bastante para poder praticar um pouco a língua”, disse a intercambista Maria Eduarda.

No dia 30 de maio, a escola promoveu um encontro para a troca de experiências entre as estudantes que viajam para França no mês de setembro e os alunos que foram para Pompano Beach High School, no início deste ano.

Para a intercambista, Sofia Helena Seleghin, 14, a ida para Montpellier será uma experiência inesquecível. “Eu sei que esses dias ficarão marcados, assim como todas as lições que serão adquiridas. Estou muito ansiosa e maravilhada com o intercâmbio”, conta.

As alunas irão embarcar dia 28 de setembro e retornam dia 13 de outubro. São 15 dias de intercâmbio, que contará com aulas regulares, atividades culturais e de lazer, incluindo passeios aos sábados e domingos, que ficarão a cargo das famílias anfitriãs.

 

Data: 20 de agosto de 2019

Foto: Iuri Cunha 

Fonte: Isabella Rodrigues | PMSS


tags: intercâmbio,educacional,França,estudantes

Previous Next

A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria da Educação (SEDUC), por intermédio do Centro Integrado Profissionalizante (CIP), concluiu os cursos de ‘Zeladoria’, ministrado nas instalações da Escola Técnica Estadual (ETEC) e ‘Finger Food’, em parceria com o espaço de eventos Abricó, ambos com certificação do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC).

A proprietária de pousada, Cristina Mazzuca afirmou que o curso de ‘Finger Food’ mudou seus conceitos. “Fiquei impressionada, literalmente colocamos a mão na massa. A professora do Senac, Cristina Lamarca, superou as nossas expectativas, aprendemos muito. A qualidade desta formação é excelente. Essa administração investe em turismo, em qualificação. Estão de parabéns”, avaliou Cristina.

O pintor, Ederaldo Soares da Silva também ficou satisfeito com o aprendizado. “Sempre trabalhei em prédios, como pintor e pedreiro. O curso de zeladoria foi o primeiro que fiz na minha vida, e me incentivou tanto, que voltei a estudar. Estou no 8º ano do EJA. Tive minha vida transformada e agradeço ao nosso professor Marco Aurélio que nos ensinou muito e ao prefeito Felipe Augusto. Estamos ainda mais preparados”, concluiu Silva.

Somente neste primeiro semestre o CIP ofereceu mais de 40 cursos de qualificação profissional e já capacitou mais de mil alunos, de Costa Norte a Sul, com parcerias, em salas descentralizadas.

 

Data: 19 de agosto de 2019

Foto: Crédito| PMSS

Fonte: DEPCOM | PMSS


tags: cursos,formação,turismo,qualificação

Previous Next

Prefeitura vai unificar atendimento: mais humanizado e técnico

A Prefeitura de São Sebastião realizou na última sexta-feira (16), o ‘Fórum Técnico para Elaboração do Fluxo de Atendimento às Pessoas em Situação de Violência’, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDES), em parceria com as secretarias de Saúde (SESAU) e da Educação (SEDUC).

O objetivo do encontro foi discutir e unificar, isto é, padronizar o atendimento ofertado pelas unidades públicas de educação, esportes, saúde e segurança, além dos equipamentos socioassistenciais, nas ocorrências de violência contra os grupos prioritários: crianças, adolescentes, mulheres, idosos e pessoas com deficiência, através do fluxo de atendimento (guia operacional), onde serão definidos os passos que cada serviço deve adotar antes, durante e depois do processo de notificação compulsória.

A violência é comunicada constantemente na ‘Lista Nacional de Notificação Compulsória de Doenças’, agravos e eventos de saúde, nos serviços públicos e privados, em todo o território nacional. Cerca de 60 pessoas participaram do fórum, como representantes das secretarias municipais, GCM, PROCON, Ministério Público, Defensoria Pública, Conselho Tutelar, IML, Polícia Civil, Delegacia de Defesa da Mulher, Polícia Militar, Bombeiros e Polícia Federal.

Segundo a SEDES, o intuito é padronizar o atendimento aos munícipes que são vítimas de violência de forma humanizada e técnica, em conjunto com todos os setores envolvidos. A união com as demais secretarias visa proporcionar o melhor serviço à população. O fórum foi um marco para o desenvolvimento de políticas públicas voltadas às vítimas de violência. 

Menor Índice

De acordo com o Instituto Sou da Paz, em parceria com o Jornal O Estado de São Paulo, entre as cidades do Litoral Norte, com mais de 50 mil habitantes, São Sebastião é o município mais seguro. O ranking, divulgado em abril de 2018, mostrou que a cidade tinha menos exposição a crimes violentos do que Ubatuba e Caraguatatuba.      

 

Data: 19 de agosto de 2019

Foto: Celso Moraes

Fonte: DEPCOM | PMSS


tags: Fórum,violência,crimes violentos,atendimento a vítimas

Login Form

Confira nossa Agenda

Agosto 2019
D S
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Assine nossa Newsletter

 

 

© Secretaria Municipal de Educação de São Sebastião - 2019.

Confira nossa Agenda

Agosto 2019
D S
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31